7 de set de 2017

Vice Prefeito de Sousa, Zenildo Oliveira (PSD) nega golpe , mas familiares e aliados estão eufóricos


O vice-prefeito de Sousa, Zenildo Oliveira (PSD) negou durante entrevista à imprensa Sousense a tentativa de golpe e principalmente o rompimento político com o prefeito Fábio Tyrone (PSB). 

Ele destacou ainda que suas ações executadas são em consonância com o prefeito e reiterou a união em prol de Sousa.

 Porém informações que circulam nas redes sociais dão conta que o clima é de expectativa e euforia entre familiares do vice-prefeito, a cada movimentação do chamado ” Processo das Cores” que deve ir a julgamento nos próximos dias no STJ. E se mantida a sentença , Tyrone deverá deixar o cargo de prefeito , pois seu mandato será extinto devido a perca dos direitos políticos. 

Segundo algumas pessoas , um irmão de Zenildo que trabalha e reside em Brasília se expressa publicamente nas redes sociais, afirmando que o irmão irá assumir o comando da Prefeitura de Sousa em definitivo em breve. Bastante polêmico , o irmão do vice-prefeito , em algumas situações chega a comentar com muita intimidade sobre o processo. 

 Nos bastidores , segundo pessoas próximas ao grupo Pau Brasil , de propriedade de Zenildo , funcionários comentam com otimismo a possível ascensão do chefe ao cargo de Prefeito e alguns fazem até apostas sobre quem será aproveitado num novo eventual governo.

 Recentemente os vereadores de situação , tentaram uma manobra para modificar a Lei Orgânica do município para beneficiar Tyrone, e manter-lho no cargo, mesmo se a decisão do STJ se mantiver pela perca dos direitos políticos. Porém o movimento foi percebido pelo vereador de oposição Cacá Gadelha , que ingressou com um mandato de segurança contra a modificação , onde foi concedida liminar barrando a tramitação. 

Após a judicialização , os vereadores de situação voltaram atrás e pediram o arquivamento da matéria.

 Fonte: tudomaxfm.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário