6 de jun de 2019

O ROMPIMENTO DE MOURA COM NASCIMENTO ( Do Blog do Dominguinhos)

O parto foi difícil, mas o menino nasceu a fórceps. Ontem, durante uma Sessão Ordinária da Câmara Municipal de Princesa, após pronunciamento contundente do prefeito Ricardo Pereira do Nascimento, ocasião em que atacou severamente o vereador Alan Moura, dizendo, inclusive que não o queria como seu companheiro de chapa (vice-prefeito) nas eleições do ano que vem, atacou também os ex-prefeitos doutor Sidney e Dominguinhos.

 O edil estava endiabrado. Chamou Sidney de fujão; imputou débitos milionários a Dominguinhos, dentre outras acusações. Após a fala do prefeito, o vereador Alan fez uso também da tribuna e detonou o chefe do Poder Executivo chamando-o de ingrato e traidor. 

Ingrato por não reconhecer que ele (Alan) e seu irmão Aledson (atual vice-prefeito) o ajudaram a ser eleito prefeito de Princesa e, traidor, pelo fato de Nascimento haver negado apoio (o que havia prometido) à candidatura de Aledson a deputado estadual nas últimas eleições.

 O clima esquentou e Alan Moura afirmou ainda que não havia nenhuma possibilidade de figurar como vice-prefeito numa chapa encabeçada ou apoiada (Nascimento está inelegível) pelo atual prefeito.

 Essa briga me fez lembrar-se daquela música cantada pelo “Reio do Baião”, Luiz Gonzaga, que diz: “Eu não quero pagamento, Nascimento, eu quero é outro rabo do jumento”. 

Em sua fala, o vereador Moura afirmou que seria candidato a prefeito nas eleições de 2020 concorrendo assim para derrotar o candidato apoiado pelo prefeito. Já não era sem tempo esse rompimento, uma vez que, há muito, os Moura não se bicam com Nascimento.

 Em pronunciamentos recentes, o prefeito já disse que os Moura vão sobrar na curva e que sequer serão – um ou outro -, candidatos a prefeito, pois, ele [o prefeito] iria soltar uma bomba atômica para detonar suas pretensões.

 Como se não bastasse, após resultados de pesquisas encomendadas, tanto pelo prefeito quanto pelos Moura, pesquisas essas que apresentaram o doutor Alan com vantagem de números sobre o prefeito, estão agora, tanto Nascimento quanto seu aliado e “dublê” de presidente da Câmara, ex-vereador Givaldo Morais, a tentarem inviabilizar – no tapetão -, a candidatura de Moura.

 Com esse rompimento, a corrida eleitoral do ano que vem toma impulso diferente, esquenta mais ainda, pois, a agora dissidência liderada pelo suplente de deputado Aledson Moura, tendo como pré-candidato a prefeito seu irmão Alan, põe lenha na fogueira o que, pelo que entendo só enfraquece o grupo comandado pelo prefeito e, a oposição, agradece. 

(ESCRITO POR DOMINGOS SÁVIO MAXIMIANO ROBERTO, EM 06 DE JUNHO DE 2019).

Fonte: Blog do Dominguinhos

Nenhum comentário:

Postar um comentário