17 de jun de 2019

Detentos de Pernambuco vão colher 40 mil espigas de milho


Detentos e reeducandas quem cumprem pena no interior de Pernambuco vão colher cerca de 40 mil espigas de milho que eles mesmos plantaram. A colheita será usada para produzir as comidas típicas que vão abastecer as festas juninas das unidades prisionais do estado.

A maior parte da safra – cerca de 35 mil espigas – foi plantada por 60 detentos do regime semiaberto que cumprem pena no Centro Regional do Agreste (CRA), em Canhotinho. A colheita está marcada para o dia 20 de junho.

Já a detentas da Colônia Penal Feminina de Buíque (CPFB), no Agreste pernambucano, também plantaram três mil pés de milho e vão colher mais de quatro mil espigas. As espigas e os pratos típicos serão servidos na festa da própria unidade prisional.

De acordo com a Secretaria Executiva de Ressocialização (Seres), as três colônias penais femininas de Pernambuco (de Buíque, do Recife e de Abreu e Lima) estão preparando programações especiais para o São João de 2019. (Via: Seres)

Blog: O Povo com a Notícia

Nenhum comentário:

Postar um comentário