30 de jan. de 2023

O BENFEITOR QUE SE DEU MAL...



O povo é ingrato, e pobre não vota em pobre
Fazia tudo para agradar a todos, se apresentava como líder comunitário e benfeitor da humanidade, mesmo sem fazer parte de sindicato, associação ou qualquer entidade beneficente. 

 Não faltava a noivado, casamento, velório nem enterro, sempre de paletó e gravata, bem penteado e bem perfumado, com um discurso na ponta da língua. 

 Promovia festas nas datas comemorativas, como Dia dos Pais, Dia das Mães, Dia das Crianças, esta última, com distribuição de doces e muitos presentes. 

 A mulher dizia: homem, para com isso, estás vendendo o pouco que temos para gastar com o povo, e do jeito que vai, vamos ficar de esmola. 

 Mas ele continuou o que chamava de missão até quando se candidatou a vereador e teve menos de 20 votos. 

 Decepcionado, mudou de cidade e de vc atitude, e nunca mais quis saber de trabalho comunitário. 

 E sempre repetia: - O povo é ingrato, e pobre não vota em pobre. 

POR: Jesimiel Ferreira

Nenhum comentário:

Postar um comentário