27 de out. de 2022

A QUEDA DE BRAÇO QUE ABALA A DEMOCRACIA



Na reta final da campanha eleitoral para presidente da República o clima pega fogo não apenas entre os dois presidenciáveis, mas também entre o Executivo e o Judiciário, enquanto o eleitor fica no meio de um tiroteio que pode respingar na democracia. 

 São visíveis os repetidos choques entre o presidente da República e o presidente do Tribunal Superior Eleitoral, e as batidas de frente devem aumentar ainda mais até domingo em consequência do episódio das inserções da propaganda eleitoral no rádio, com o suposto beneficiamento da campanha de Lula, pois veicularam as deles em grande número e as do Bolsonaro poucas vezes ou nenhuma. 

 O Bolsonaro reclamou ao Tribunal Superior Eleitoral, mas o seu presidente, Alexandre de Moraes, rejeitou a denúncia. O desdobramento deste episódio é uma incógnita. 


Por: Jesimiel Ferreira

Nenhum comentário:

Postar um comentário