17 de set de 2019

Homem que comemorou morte de vereador na Paraíba é preso por fazer apologia ao crime

Neste sábado (14 de setembro) a Polícia Militar de São José de Piranhas foi acionada com a informação que Gabriel Vieira Felix de 24 anos, aproveitou-se da amizade que tinha com sua vizinha, identificada como, Maria Aparecida Alves Pessoa, e pediu para dar carga em seu celular, imediatamente a vítima autorizou dizendo: “tire o meu que está carregando e coloque o seu celular”, neste momento o acusado pegou o celular da vítima, sem autorização, e começou a gravar áudios e postar em um grupo do WhatsApp, fingindo ser o cunhado da sua vizinha.
Nos áudios, o acusado fazia apologia ao crime, incentivando a matança de policiais, que também são tratados em um áudio como vermes, e fazendo menção a morte do PM e então vereador Ronaldo Cunha, morto na noite de sexta-feira, como sendo mais uma, ao final conclui um dos áudios com a seguinte frase: “tem que quebrar mesmo, aqui é Babuda”, o que se concretiza falsidade ideológica, pois “Babuda” é a alcunha de Thiago Ribeiro Vicente, cunhado de Maria Aparecida Alves Pessoa, que fez apenas um favor para o acusado.
Fonte: Ângelo Lima

Nenhum comentário:

Postar um comentário