8 de ago de 2019

HU confirma 14º caso de malária na Paraíba; vítima é do Conde


Um homem de 58 anos, morador do Conde, no litoral, que está internado no Hospital Universitário Lauro Wanderley (HULW), desde o último dia 26, teve resultado positivo no exame que confirmou o diagnóstico de malária. O paciente segue em tratamento no hospital e segundo a direção da unidade, o estado de saúde é estável.

Este é o 14º caso de malária registrado no estado em 2019.

Ainda conforme explicou a direção do HU, o período de incubação depende do tipo de malária, mas varia de 7 a 28 dias a partir do momento da picada.  

O tratamento padronizado pelo Ministério da Saúde é feito por via oral e não deve ser interrompido para evitar o risco de recaídas.

Há 12 dias em tratamento no HU, o paciente recebe medicação específica e  acompanhamento médico. Não há previsão de alta.

A malária não é uma doença contagiosa. Uma pessoa doente não é capaz de transmitir a doença diretamente a outra pessoa, é necessária a participação de um vetor, que no caso é a fêmea do mosquito Anopheles (mosquito prego), infectada por Plasmodium, um tipo de protozoário. Estes mosquitos são mais abundantes nos horários crepusculares, ao entardecer e ao amanhecer. Todavia, são encontrados picando durante todo o período noturno, porém em menor quantidade.


Fonte Blog da  Sabrina Barbosa

Nenhum comentário:

Postar um comentário