27 de mai de 2019

Gabriel Diniz é o 3º vocalista da banda Cavaleiros do Forró a morrer

Com a sua morte, em um acidente de avião nesta segunda-feira, Gabriel Diniz entra para uma mórbida coincidência: é o terceiro ex-vocalista da banda potiguar Cavaleiros do Forró a vir a falecer depois de um acidente. Antes dele, José Inácio Alexandre da Silva morreu em 2005, e Eliza Clívia em 2017, ambos em acidentes de automóvel.
Diniz, de 28 anos, estava em um avião que caiu na região sul de Sergipe. Além dele, também faleceram os pilotos Linaldo Xavier e Abraão Farias. O cantor havia realizado um show em Feira de Santana (BA) no domingo (26) e seguia para Maceió, em Alagoas, onde encontraria a namorada, Karoline Calheiros, que faz aniversário.
Há 14 anos, no dia 3 de maio, uma colisão frontal entre dois ônibus, entre eles o que levava 34 integrantes da banda Cavaleiros do Forró, na cidade de Goianinha (70 km de Natal), acabou provocando a morte de quatro pessoas: o vocalista José Inácio Alexandre da Silva, o guitarrista Edivan Paulo da Silva, o motorista  Jorge Barbosa de Moura, e a estudante Camila de Souza Lima Pereira, 18 anos, que vinha no outro veículo.
O acidente que matou Eliza Clívia aconteceu em Aracaju.  Ela e o marido, o baterista Sérgio Ramos, estavam num carro que colidiu com um ônibus no dia 16 de junho, quatro meses depois de iniciar uma carreira solo. Clebton José dos Santos, motorista que dirigia o carro da cantora, acabou sendo responsabilizado pelo acidente, uma vez que não teria dado atenção à sinalização da via. Clívia cantou na banda entre 2003 e 2013, e chegou a trabalhar com Gabriel Diniz, que trabalhou no grupo entre 2010 e 2011.

Nenhum comentário:

Postar um comentário