24 de jan de 2019

Prefeito de Juru é pressionado para reabrir campo de futebol

DESPORTISTAS SE REÚNEM COM LUIS GALVÃO E COBRAM URGÊNCIA PARA QUE ESTÁDIO 'O BUEGÃO' VOLTE A PERMITIR PRÁTICAS ESPORTIVAS 
Fonte Juruem Destaque 
Bastou a iniciativa de um juruense que reside no Estado de Roraima, de férias atualmente em Juru, no Sertão paraibano, para despertar nos desportistas da cidade o sentimento de cobrança do direito de poder desfrutar do espaço destinado às suas atividades esportivas que há vários meses se encontra interditado pela prefeitura.
Trata-se de João Simão Filho (Joãozinho de João de Lucas), que, indignado com a interdição do campo de futebol local, decidiu convidar os desportista e demais pessoas interessadas para, no próximo sábado (26), efetuar os serviços necessários para que o Estádio 'O Buegão' voltasse a permitir que fossem realizados os treinos e as partidas de futebol como antes.
Diante de tal iniciativa, como houve uma grande repercussão pelas redes sociais, Joãozinho e alguns outros desportistas foram imediatamente convidados para uma reunião com o prefeito Luis Galvão, a fim de discutir uma solução imediata para disponibilidade daquela área de lazer, tendo sido estabelecido um prazo de quinze dias para que os serviços sejam concluídos.
De acordo com informações, para justificar a obra inacabada o prefeito teria dito (pasmem!) que não tinha conhecimento do início da mesma e que a culpa era de um secretário municipal, sem no entanto ter citado o nome do auxiliar. 
Perguntado a respeito das verbas destinadas à área de Esportes e Cultura, Luis Galvão teria afirmado a inexistência dessa fonte de recursos, tendo sido questionado na ocasião como a prefeitura realizava tantas festas na cidade e não tinha recursos para fazer uma simples reforma no campo de futebol.
Ao alegar que as festividades eram pagas com recursos próprios, Joãozinho novamente questionou porque não as diminuía e investia no Esporte, mas o prefeito se saiu com a seguinte pérola: "ninguém nunca veio com essa ideia".
Leia abaixo a íntegra do que Joãozinho escreveu a respeito da reunião com o prefeito Luis Galvão: 
A mobilização dos desportistas da cidade de Juru, em fazer as obras inacabadas da prefeitura, gerou uma grande repercussão nas redes sociais, fomos convidados a uma reunião, pelo prefeito Luiz Galvão, expressamos nossa indignação, em não ter o campo disponível para os desportistas, e queríamos uma solução em curto prazo, pois o prefeito, estavam na reunião.
 Eu ( João Simão filho), Edmilson Jeronimo, Duda Souza Maciel, Dyhon Fabio Cordeiro Sandro, pastor zaquias, Daniel Almeida e os demais secretários do município, ficou abordado que seria preciso 15 dias para recomeçar as obras, nem que seja para deixar da mesma forma que estava, pois muitos que estavam na reunião, queria o campo da mesma forma que estava.
Questionei com o senhor Prefeito, sobre verba para os esportes, o mesmo falou que não vem verba para o esporte e cultura, mas questionei, como não vem verba para esporte e cultura e a prefeitura faz muitas festas na cidade.
 Ele argumentou que seria com dinheiro próprio da prefeitura. ( Mas me pergunto, como não tem verba para o esporte e tem secretario de Esporte! ), novamente questionei, por que não tira o dinheiro de um (01) dia de festa e investe no esporte, o que ouvi foi, ninguém nunca veio com essa ideia, creio que não precisa pensar muito sobre isso, os desportistas estão clamando por uma solução, muitos até estão dispostos a ir no campo no sábado fazer com as próprias mãos, a reforma prometida. 
Quando também questionamos por que não faz o aterramento e depois a topografia.
O senhor engenheiro presente, falou que mudaria a posição do terreno fazendo com que, tivesse mais despesas para prefeitura, mas uma vez questionamos, e se chover, o engenheiro respondeu-me; vai mudar do mesmo jeito, então pessoal, é questão de bom senso, os representantes das equipes presentes, concordaram em dar o prazo até dia 15 de fevereiro, passando disso, dia 16 de fevereiro, já iniciaram uma reforma com as próprias mãos, junto com uma denuncia no ministério público.Senhor Prefeito e seus subordinados na pasta de esporte e cultura, só é querer e fazer.
Se não solucionar o problema, iremos chamar a TV Cabo Branco pra vim fazer uma reportagem no movimento do dia 16/02/2019. Quando se trata de uma reportagem assim eles adoram, chega vem eufóricos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário