21 de nov de 2018

Prefeitura de Princesa Isabel Decretou luto oficial de 3 dias em razão do falecimento de Paulo Mariano

Responsável pela visão social e formação política de muitos jovens princesenses que sempre acompanharam os seus discursos revolucionários, Paulo Mariano foi pioneiro em contar a história de Princesa quando, ainda em 1991, lançou o livro “Princesa antes e depois de 30”, destrinchando fatos que ocorreram antes e depois da famosa revolução que colocou Princesa nas páginas de jornais e revistas do Brasil e do mundo.

Pai exemplar, homem íntegro, ético, militante e lutador incansável, Paulo sempre se preocupou com a humanidade, sendo solidário, principalmente, com aqueles que se encontravam à margem, excluídos, que não eram enxergados por quase ninguém. 

Nascido em 04 de março de 1934, filho de um pequeno proprietário rural e de uma dona de casa, Joaquim Mariano e Lindaura Cordeiro Florentino, Paulo Mariano cursou o primário na escola da professora Maria Alice Maia e no colégio Monte Carmelo, em Princesa, e no Cristo Rei, em Pesqueira-PE.

Completou a Instrução Básica Aeroterrestre qualificando-se Paraquedista Militar no Rio de Janeiro. Escreveu crônicas e contos em jornais e revistas da Paraíba. Publicou, em 1994, o livro de contos “Achados de Perdição” e participou da Revista da Literatura Brasileira LB-39, editada em São Paulo, com o conto “A Fugitiva”.

Princesa perde hoje um de seus filhos mais ilustres, mas o seu nome se perpetuará junto com a história de Princesa, pois foi ele um grande e excelente colaborador da disseminação de nossa história. Um memorialista que não sairá de nossa memória jamais.

A prefeitura decretou luto oficial de 03 dias.

Fonte: ASCOM PMPI


Nenhum comentário:

Postar um comentário