31 de ago de 2018

Água Branca é uma das cidades Paraibanas que podem perder fatia do FPM

Com base nos últimos dados divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) sobre a estimativa populacional para os municípios brasileiros em 2018, a Confederação Nacional de Municípios informou nesta quinta-feira (30) que três cidades da Paraíba podem perder os coeficientes do Fundo de Participação dos Municípios.

 De acordo com a CNM tiveram as notas rebaixadas: Água Branca, Cachoeira dos Índios e Queimadas. Em todo Brasil, são 135 localidades impactadas com redução do coeficiente e 105 com aumento. As mudanças, a serem confirmadas pelo Tribunal de Contas da União (TCU), valem para o exercício 2019. 

Segundo os dados do IBGE, a população brasileira passou de 207.706.355 para 208.494.900 milhões de habitantes, um aumento de 0,38%. Comparado com o ano anterior, 2.933 Municípios – ou 52,7% – apresentaram redução populacional; enquanto 2.626, que representa 47,1%, tiveram crescimento; e apenas 11 ou 0,2% permaneceram igual. 

Quanto aos coeficientes de repasse do FPM, definidos pelo número de habitantes, a Bahia é o Estado mais impactado, já que 56 Municípios devem ter seu coeficiente reduzido. Por outro lado, São Paulo e Rio Grande do Sul apresentaram aumento de coeficientes em 15 e 14 Municípios, respectivamente.

 Prazo para questionamentos

 Além da estimativa populacional ser parâmetro para o TCU distribuir o Fundo, os dados servem para o cálculo de indicadores econômicos e sócio demográficos nos períodos intercensitários. Por isso, a CNM alerta os gestores para o prazo de contestação dos números, que encerra em 17 de setembro. Questionamentos referentes devem ser formalmente documentadas e direcionadas ao IBGE.

Nenhum comentário:

Postar um comentário