24 de mai de 2018

Morre aos 95 anos, o líder politico princesense, Dr. Aloysio Pereira Lima


Faleceu na capital paraibana, na manhã desta quinta-feira (24), aos 95 anos, o líder político princesense, Dr. Aloysio Pereira Lima.

Filho do Coronel José Pereira Lima, médico formado pela Universidade Federal de Pernambuco, ex-deputado estadual, ex-secretário estadual de saúde e um dos líderes políticos mais importantes da Paraíba, o princesense Dr. Aloysio Pereira Lima faleceu nesta quinta-feira, 24 de maio, aos 95 anos. Ao longo da carreira profissional, Dr Aloysio ocupou importantes cargos, como Assistente Técnico do Hospital dos Servidores, no Estado do Rio de Janeiro (1949), Delegado do Instituto de Previdência e Assistência dos Servidores do Estado, em Recife – PE (1955), compôs a direção do Hospital Alcides Vieira Carneiro, em Campina Grande – PB (1956), Primeiro Secretário da Associação de Casas de Saúde e Hospitais da Paraíba, Fundador da Associação Médica do Estado da Paraíba, Membro do Conselho de Administração Hospitalar Napoleão Laureano, Diretor Suplente da Fundação Laureano, Membro da Diretoria Lyons Clube, em Campina Grande e Presidente da Lyons Club, em João Pessoa.  Em 1979, à convite do então governador Tarcísio Burity, assumiu o cargo de secretário de estado da saúde, onde, entre dezenas de ações, construiu quatro hospitais (Catolé do Rocha, Sousa, Pedras de Fogo e Princesa Isabel); Dr Aloysio ficou até 1982.

Eleito para o cargo de deputado estadual em 1958, ocupou a cadeira na Casa de Epitácio Pessoa por seis legislaturas: 1958, 1962, 1966, 1982, 1986 e 1990. Na ALPB, foi membro de várias comissões técnicas e presidente da Comissão de Saúde por duas vezes. Autor de inúmeros projetos nas áreas de Educação, Saúde, Eletrificação, Abastecimento d’água e Estradas, foi também autor da propositura que resultou na emancipação política das cidades de Água Branca, Tavares e São José de Princesa.  No âmbito partidário, foi membro estadual dos partidos PFL (hoje DEM), PSD, MDB e PDT. Reconhecidamente, um político de destaque, recebeu importantes homenagens, entre elas, a Medalha Epitácio Pessoa (ALPB, 2008), Medalha Constituição Cidadã Ulisses Guimarães (ALPB, 2009), Título Fundador Emérito da Academia Paraibana de Medicina ((2010), Título Personalidades 2011 (Princesa AM 970), Comenda Natália do Espírito Santo (CMPI) e Medalha Ad Meritum Felipe Kumamoto (2011). 

Fonte www.politica24h.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário