20 de fev de 2018

Vice-prefeito de João Pessoa está à beira de romper com o presidente do MDB/PB



À medida que o calendário avança e se aproxima o dia 7 de abril – prazo limite para desincompatibilização de quem tem cargo executivo e deseja disputar as eleições deste ano –, a paciência do vice-prefeito pessoense Manoel Junior (MDB) com o senador José Maranhão vai se esvaindo (MDB).
A insistência de JM em ser candidato a governador ameaça fortemente o desejo do vice de ser efetivado na PMJP.
Manoel Junior declarou ontem que a pré-candidatura de Zé “não atende à chapa proporcional, e não atende ao pacto que foi lá atrás firmado de unidade das oposições. Ele não atende coletivamente, atende individualmente”.
O vice da Capital registrou que tem uma “relação com os meus correligionários do MDB que sempre foi muito boa”.
“Eu nunca tive nenhum problema nem com Maranhão”, adendou.
Mas Manoel Junior reafirmou que “obviamente acho um equívoco ele (JM) ir na contramão da história e da vontade do povo. Mas obviamente cada um responde por seus atos”.
Redação com Paraíba Online

Nenhum comentário:

Postar um comentário