8 de out de 2017

Horário de verão pode causar infarto?


“Que diferença faz um dia? Vinte e quatro pequenas horas?”, questiona a antiga canção de María Grever e Stanley Adams. Se um dia parece pouco, o que dizer de uma hora? Pois, de acordo com diversos estudos, inclusive feitos no Brasil, 60 minutos podem, sim, fazer uma grande diferença quando o assunto é saúde.
De aumento na incidência de infartos a mais internações por diabetes, esses trabalhos mostram que existe uma relação de causa e efeito envolvendo o horário de verão. A literatura científica indica que, no dia imediatamente após o adiantamento do relógio, o número de ocorrências médicas tem um crescimento significativo

Nenhum comentário:

Postar um comentário