5 de set de 2017

Ricardo Coutinho: “Quem não tem opinião deve deixar a política”

O governador Ricardo Coutinho (PSB) cobrou, na noite nesta segunda-feira (4), postura da classe política. 

Em entrevista ao programa Frente a Frente apresentado pelo jornalista Heron Cid, na TV Arapuan, o socialista chegou a sugerir que as lideranças que “não tem opinião” deixem a política.


 “Quem não tem opinião vá fazer outra coisa e não vá fazer política. Porque quem não tem opinião quer enganar as pessoas. Eu, particularmente, sempre tive opinião. As pessoas podem discordar, mas tenho direito a ter opinião estando em cargo eletivo ou não. Acho que fui eleito para colocar em prática aquilo que represento”, afirmou.  

Ricardo disse que executa aquilo que acredita ser necessário e que  faça parte da sua convicção.

“Eu não me sinto no direito de deixar de fazer aquilo que preciso fazer quando eu tenho a convicção disso. Pode ate ser que as pessoas não compreendam mas eu tenho o dever. Sinceramente, respeito muito pouco aqueles que se pretendem lideres e não lideram nada. São liderados pela média da população. Então não pretendem liderar, mas apenas ocupar o espaço e permanecer nele a partir da média que a população pensa”, afirmou.

Ainda durante e entrevista, o gestor defendeu a política como a única forma transformadora e de levar o bem estar à população. Para Ricardo Coutinho, todos os dias tentam “assassinar” a política.

“Acredito na política como um instrumento essencial para a sociedade. A política é aquela invenção que faz com que as pessoas coletivamente possam viver melhor ou pior conforme as suas escolhas”, destacou.

Entretanto, segundo Ricardo Coutinho, é preciso saber que na política existem pessoas que “se apresentam” e expõem seus pontos de vista, mas também têm os “caroneiros” e os que se “acovardam” diante das posições.

Hospitais
O governador Ricardo Coutinho prometeu inaugurar nos próximos meses quatro hospitais na Paraíba. As unidades de saúde funcionarão em Patos, Cacimba de Dentro, Picuí e em Santa Rita.

O socialista explicou quem em Patos será inaugurada uma unidade de oncologia. Em Picuí, o Hospital Regional e em Santa Rita o  Hospital Metropolitano que será especializado em cardiologia e neurologia

“Esse hospital vai ter a mesma estrutura que o Sírio Libanês e o Albert Einstein têm mas  com a diferença que é o atendimento público. Eu vou inaugurar debaixo de pau e pedra”, afirmou.



Por Roberto Targino

Nenhum comentário:

Postar um comentário